Your SEO optimized title

Artigos lei da atração 8

Como modelar sua vida com "A Lei da Atração"

Eu li um livro muito bom escrito por Robert Cialdini. Comecei a ler o livro por causa do meu interesse em marketing, mas no capítulo Prova Social encontrei algo muito interessante relacionado à manifestação e à lei da atração.

Neste capítulo, o dr. Cialdini fornece estatísticas interessantes: logo após as histórias de suicídio altamente divulgadas, o número de pessoas que morrem em acidentes comerciais aéreos aumenta em 1.000%. O número de pessoas que morrem em acidentes de carro aumenta dramaticamente também.

O autor analisa as razões pelas quais tantas pessoas morrem em acidentes após suicídios altamente divulgados. A primeira sugestão é que as pessoas cometam suicídio por causa de condições socioeconômicas estressantes. Enquanto algumas pessoas cometem suicídio em tais condições, as outras por causa do estresse, ficam com raiva ou nervosas ou impacientes ou distraídas e causam acidentes fatais.

Mas as condições socioeconômicas não são o motivo. O aumento de acidentes ocorre apenas em locais onde os suicídios são altamente divulgados. Nos locais com as mesmas condições ou até pior, se os suicídios não são divulgados, não há aumento de acidentes de avião e de carro.

Outra sugestão é que geralmente os suicídios de pessoas famosas e respeitadas são mais divulgados. Isso deixa as pessoas tão tristes que se tornam descuidadas ao redor de carros e aviões. É uma explicação de luto. Mas a partir das estatísticas, sabemos que as reportagens de jornais sobre vítimas de suicídio que morreram sozinhas só aumentam a frequência de acidentes com fatalidade única, enquanto que as reportagens sobre incidentes de suicídio e assassinato só aumentam os acidentes fatais (Influência p.141) Podemos ver claramente que acidentes de avião e carro são influenciados por histórias de suicídio, não por condições sociais ou tristeza causada por mortes de pessoas respeitadas.

Outra explicação vem de David Phillips e o Dr. Cialdini acha isso brilhante. É chamado efeito Werther. Werther é um herói do romance de Johann von Goethes As Dores do Jovem Werther No livro, o herói Werther comete suicídio. O livro teve forte influência em muitos jovens na Europa há dois séculos. Muitas pessoas se suicidaram, copiando Werther. O livro foi banido em vários países.

Segundo Phillips, algumas pessoas se matam em imitação. Outros que, por diferentes razões, como reputações, apólices de seguros, etc., decidem fazer batidas em aviões ou carros para fazer com que seus suicídios pareçam acidentais.

Há mais informações interessantes no livro de Cialdinis, mas não há espaço neste artigo para escrever sobre isso. Para a maioria dos cientistas, a explicação de David Phillips parece ser a melhor. É claro que há alguns físicos quânticos agora que acham a lei da atração a melhor explicação para o aumento acentuado de acidentes de avião e carro depois de suicídios altamente divulgados.

De acordo com a lei da atração, atraímos o que mais pensamos. Quando alguém comete suicídio e há muito sobre isso nas notícias, as pessoas pensam sobre isso, tornam-se emocionais, pensam sobre a morte e atraem a morte. É claro que não posso comprovar cientificamente a lei da atração, mas estou pessoalmente convencido de que atraímos as coisas em que pensamos muito, especialmente com emoção e quando nos preocupamos com algo.

Cerca de quinze anos atrás, um amigo chamado Patrick viajou para a Africa com um grupo de amigos, dois de meus amigos depois de ler sobre todas as bactérias e amebas que podem causar doenças graves ficaram com muito medo de beber água. Foram todos cuidadosos, mas meus dois amigos ficaram com tanto medo que usaram água engarrafada até para limpar os dentes. O resto deles gostavam de viajar para a Africa e não se preocupavam com amebas. Quando voltaram para a Europa, meus amigos preocupados adoeceram e a ameba foi encontrada em seus corpos. Eles se convenceram a nunca mais ir para a Africa. O resto deles estavam bem e não atraíram ameba. Foi um acidente o motivo por que apenas meus dois amigos preocupados adoeceram?

Mais tarde, meu amigo Patrick mudou-se para o Mali, em um acampamento muito bem estruturado onde foi desenvolver um trabalho de gestão de saúde, (já que ele é médico) onde sentiu-se mais seguro. Ele não se preocupava com nenhum perigo, porque teria ouvido de outros estrangeiros que onde eles estavam é um lugar muito seguro e sua experiência era a mesma. Mais tarde, quando recebeu a TV a cabo, também recebeu uma assinatura gratuita do jornal local, e começou a ler todos os dias. Então ele aprendeu sobre lutas entre estudantes de escolas vocacionais, quando eles não apenas matam uns aos outros, mas também pessoas acidentalmente inocentes na rua às vezes morriam durante as lutas. Ele aprendeu sobre suicídios, assassinatos e roubos.

Ficou muito chocado e não sabia sobre a lei da atração. Começou a pensar que não é realmente um lugar tão seguro. Logo viu uma briga com facas entre os alunos no ônibus que ele estava viajando. Viu motoristas brigando nas ruas constantemente por problemas de trânsito. Passou a ver mais lutas e agressões do que nunca. Claramente começou a atrair o que lia nos jornais. Ou foi apenas um acidente?

Ele me contou que quando aprendeu sobre Manifestação e a Lei da Atração, parou de ler os jornais regularmente. Eu os leio raramente. Às vezes assisto ao noticiário, mas não permito que minha mente se demore em assassinatos e suicídios. Você pode pensar que é ruim e que eu não sinto compaixão pelo sofrimento humano, mas acho que insistir em tragédias traz mais tragédias. As pessoas falam muito sobre guerra contra o terrorismo, drogas e crime, e temos mais terrorismo, drogas e crime. É claro que o terrorismo, as drogas e o crime devem ser eliminados, mas, ao insistir neles, eu pessoalmente não posso eliminá-los. Só posso atraí-los para a minha vida, coisa que não quero.

Onde está a luz, não há escuridão. Não podemos remover a escuridão, mas quando trazemos luz não há escuridão. Podemos substituir coisas negativas por coisas positivas. Não estou falando aqui sobre ser ingênuo ou tolo e não ver a realidade, mas para mudar minha situação atual eu preciso primeiro mudar meu estado mental. Preciso pensar positivamente e ler as notícias sobre crimes, suicídios e guerras não vai melhorar minha vida. Isso me deixa deprimido e estressado, e traz mais depressão e estresse para a minha vida, então decidi me concentrar em emoções positivas. Observe que hoje existe uma fábrica de notícias sobre desgraças, medos e terrores. Isto gera o cáos e o cáos gera medo e o medo gera dinheiro para industrias de segurança, notícias e armas.

Você não precisa acreditar na lei da atração. Não há necessidade de provas científicas. Você pode fazer uma experiência. Pare de ler sobre as más notícias e tente ler mais sobre coisas felizes. Evite ler sobre crimes, suicídios e violência. Leia mais sobre pessoas excelentes e bem sucedidas. Assista mais comédias do que filmes violentos. Continue sua experiência por algum tempo e você verá a diferença em sua vida.

Leia o livro "Renascer Para Vencer".

Paulo Ávila

 

Prominas