Your SEO optimized title

Como lidar com pessoas difíceis

Como lidar com pessoas difíceis

Nos negócios, como o resto da vida, muitas vezes encontramos pessoas que são um pouco mais difíceis de lidar. Alguns usam o termo 'conflito de personalidade' para descrever a situação, mas isso sugere que há algum tipo de barreira inquebrável e que o problema é um pouco indetectável, já que é altamente improvável que alguém mude sua personalidade inteira para melhor relações de trabalho! Uma solução muito mais racional é mudar comportamentos específicos, em vez de traços de personalidade.

Situações com empregados difíceis tendem a ocorrer ao longo do tempo; afinal, não é muito comum contratar alguém e considerá-lo impossível de lidar depois da primeira semana. Geralmente são pequenos hábitos pessoais irritantes que progridem ao longo do tempo em comportamentos irritantes maiores depois de serem deixados desatendidos. Em qualquer relacionamento, ambas as pessoas influenciam o comportamento do outro. Em quase todas as situações de conflito, ambas as partes assumem alguma responsabilidade pelo modo como as coisas acabam.

Concentrar-se na culpa não produzirá resultados e apenas o irritará ainda mais. A coisa mais proativa que você pode fazer nessas situações é se concentrar no que você pode fazer para melhorar as coisas. Não importa de quem é a culpa, se a sua principal preocupação é corrigir a situação. Tente considerar sua contribuição nessa situação desagradável; talvez você tenha acabado de escrevê-los como uma causa perdida, seu pior inimigo? Agora, tente considerar maneiras pelas quais você pode mudar isso; talvez se envolvendo mais pessoalmente com ele, fazendo um esforço para o entendimento.

Uma boa ideia é abordar a situação em tom não acusatório, de preferência quando você está calmo e em uma situação particular. Abordar os problemas que vocês estão enfrentando, depois de ter terminado deixe-os dar a sua opinião e não se esqueça de ouvir atentamente para que eles saibam que você está verdadeiramente preocupado e interessado. Quando possível, encontre coisas para concordar e ofereça algo em troca.

Se você está claramente frustrado, isso será mostrado. É importante que você lide com as coisas com firmeza, mas bem e sem dramas. Para permanecer a pessoa mais centrada, você deve manter-se tranquilo, mesmo que a outra pessoa se torne rude ou desagradável. Ninguém está sugerindo que você sorria e dê a outra face em caso de abuso, mas se você contra-atacar ou reagir da mesma maneira, quase sempre piorará a situação.

Evite fofocas de qualquer tipo, pois você começará a envolver outros membros da equipe. Além de prejudicar a organização, dificultará a correção da situação. A fofoca só se concentra na pior parte de uma pessoa e a mostra de uma forma muito negativa. Além de ser injusto, isso afeta seu pensamento e, na verdade, encurta sua paciência, especialmente quando você recebe apoio de outras pessoas.

Como toda situação, é melhor prevenir do que remediar, usando uma combinação de polidez e limites para que essas situações possam ser completamente evitadas. Entretanto, às vezes o conflito se torna tão polarizado que você terá que procurar fontes externas para procurar ajuda. Se a pessoa em questão for um colega de trabalho, uma possibilidade é abordar o líder de sua equipe e explicar a situação. Faça o seu melhor para não convencer seu chefe de como "ruim" é a outra pessoa, isso só vai fazer você parecer o problema.

No final do dia, geralmente há uma solução para todos os problemas. Se a situação persistir e você e a pessoa em questão continuarem a não ver olho no olho, então talvez a mediação ou alguma outra forma de intervenção possa ser necessária. Em qualquer caso, você deve lembrar que há dois lados em cada história, talvez você não esteja sendo tão razoável quanto pensava inicialmente. Esteja aberto a outras sugestões e opiniões, e esteja ciente de seus direitos e responsabilidades em situações de conflito, assim como as deles.

Paulo Ávila

 

Prominas